Dia da Caatinga

"Viver no semiárido é aprender a conviver"

"Caatinga" vem do Tupi Guarani mata (caa) branca (tinga). Apesar de conhecida pela seca, nos períodos de chuva a “Mata Branca” explode em um show de cores, perfumes, frutas e sementes.

É o único bioma exclusivamente brasileiro e a região semiárida mais rica em fauna e flora do mundo, além de ser uma importante fonte de matérias primas essenciais para o sustento das comunidades tradicionais.

Com 50% do bioma desmatado, a exploração na região se dá principalmente por conta da pecuária, da extração de madeira e da monocultura de cana-de-açúcar. A caatinga é o bioma menos protegido do Brasil, com apenas 2% da sua área em unidades de conservação.

O Recaatingamento - processo de recuperação das áreas da Caatinga através do uso sustentável dos seus recursos - é necessário para a conservação da água, do solo, da biodiversidade e para a diminuição do efeito estufa.

É preciso recaatingar! E é preciso luta para a construção de um modo de viver que supere esse modelo de desenvolvimento que considera a terra e a natureza apenas como insumos para a produção.