Descolonizando o Imaginário - 14/09

O pensamento cartesiano erra ao encarar capital e natureza como entidades separadas em sua interação causal. O ecossistema é construído a partir da unidade contraditória entre capital e natureza. Numa tentativa de ocultar essa contradição, o capital transformou a questão ambiental em um grande negócio. Todos os projetos ecológicos e ambientais são projetos socioeconômicos e vice-versa. Para entendermos um pouco mais a dependência de matéria prima e bens naturais comuns da qual o capital necessita para se produzir e reproduzir, convidamos para essa conversa:
Gilson Amaro, militante ecossocialista, integrante da direção estadual do PSOL/SP e da coordenação do coletivo Anticapitalistas, e Gustavo Iorio, geógrafo pela UFV, doutor em Geografia pela UFRJ e membro da Comissão de Enfrentamento à mineração na Serra do Brigadeiro (MG). A mediação é de Talita Gantus, geóloga, doutoranda em geociências, militante do FPN e co-fundadora da a_Ponte.

Mais um quadro da parceria @a_pontepronorte e @forumpopulardanatureza
Vem com a gente rumo à construção de outros mundos possíveis! :rose::seedling::sparkles:

:tv: Acompanhe pelo link: Descolonizando o imaginário: revolução ou extinção - ecologia em Marx - YouTube

1 Like